Governo compra reconhecimento facial da NEC para proteger as fronteiras

A NEC já está implantando um sistema de segurança, baseado no Neoface, solução de reconhecimento facial, para permitir ao Governo federal uma maior vigilância e combate ao crime nas fronteiras do país, revela o diretor de soluções para empresas e governos da NEC no Brasil, Wagner Coppede Junior, sem, no entanto, adiantar maiores detalhes do projeto.

O executivo afirma que a fusão da segurança lógica e física passa pelo big data. E, atualmente, o maior problema das prefeituras é gerir e visualizar os dados gerados pelas câmeras de vigilância.

“Hoje é humanamente impossível uma cidade média com 1000 câmeras avaliar todas as informações coletadas. Falta mão de obra. A NEC criou um algoritmo que permite uma análise automatizada desses dados, entre eles, a leitura de chapas de carros e permitem buscar carros roubados em tempo real”, adianta.

Coppede também fala sobre os ataques cibernéticos e a parceria firmada com a Interpol para monitorar a ação dos hackers na Ásia. Assistam a entrevista do diretor da NEC Brasil.

00

Fonte: Convergência Digital