Como a computação em nuvem pode influenciar nos negócios

Algo está impedindo o seu negócio de migrar para a nuvem? Pois saiba que os benefícios comerciais da computação em nuvem podem ser uma plataforma para a inovação. Os CIOs das grandes empresas já sabem desse movimento e não querem perder a oportunidade de inovar. Porém, ainda existe uma grande relutância em adotar implantações de nuvem para conseguir mais do que os resultados práticos.

As organizações precisam abraçar a nuvem e passar a usá-la para fins realmente lucrativos. Os CIOs precisam enxergam que a nuvem é flexível e garante total segurança no armazenado e proteção de dados. Um estudo recente realizado pela Wakefield Research mostra algumas estatísticas surpreendentes entre os consumidores da computação em nuvem:

  • 95% ainda não sabem quando começarão a utilizar a nuvem;
  • 60% acreditam que a computação em nuvem será o “ambiente de trabalho do futuro”;
  • 40% utilizam a nuvem para acessar informações de trabalho em casa;
  • 68% reconhecem os benefícios econômicos trazidos pela computação em nuvem;
  • 14% já fingiram saber sobre computação em nuvem durante entrevistas de emprego;
  • 17% já mentiu que conhecia a computação em nuvem durante uma conversa formal;
  • Mais de um terço afirmam que a nuvem permite a eles interagirem com pessoas que não podem encontrar pessoalmente;

As empresas que realizam projetos em nuvem podem definir os pontos de acesso e limites para a criptografia de dados, além de proteger as informações de identificação de seus clientes e atribuir determinadas permissões de usuários. Desta forma, usuários escolhidos podem editar arquivos, acessar imagens, fazer upload de documentos, entre outras tarefas. Gerenciando o fluxo de trabalho de um projeto, os empresários podem garantir a integridade da privacidade do mesmo.

Além disso, a computação em nuvem facilita o compartilhamento de arquivos, deixando os itens organizados com as funções definidas de cada um com prazos e taxas de conclusão. Sem contar que, as companhias podem assinar os serviços de solução em nuvem por meio de diferentes fornecedores, sem se preocupar com licenças anuais do Windows para armazenamento.

Fonte: Broad Tec